domingo, 8 de maio de 2011

Certo ou Errado?

O que há de errado em um homem ter mais de uma mulher, ou uma mulher ter mais de um homem? O que há de errado em festejar? O que há de errado em pensar?


Uma das grandes questões filósoficas gira em torno do certo e do errado. A filosofia não tenta em momento algum definir o que é certo e o que é errado, porém busca ensinar as pessoas sobre questionar a razão de algo ser correto ou não.

De fato, não podemos definir o que é certo ou errado, porém o mais importante não é fazer o que é certo, mas o que se acha que é certo. Eu tenho um padrão da minha vida sobre o certo e o errado, onde o errado é algo que vá interferir na vida de outra pessoa de uma forma negativa. E o certo é tudo aquilo que vem para benefício próprio ou alheio, sem atrapalhar ou fazer mal a ninguem.

É comum antes de tomarmos a maioria das nossas atitudes, pensarmos se é certo ou errado, no caso dos jovens, essa pergunta é feita depois que o ato é consumado. Mas a questão é que sempre que nos questionamos sobre isso, chegamos a uma linha de pensamentos padrão, que não foi criada por nós, mas que foi ensinada de pai pra filho, de rei pra servo, de governo pra povo. Existe um sistema que tena definir dentro de uma sociedade o que de fato é certo e o que de fato é errado.

Lembrando de um triste acontecimento, que ontem fez um mês, acompanhamos no Brasil e no mundo a triste história do massacre em uma escola municipal de realengo, onde um homem matou 13 crianças e feriu outras 11, e abalou psicológicamente, um número incontável de pessoas. Esse jovem, morreu acreditando que o que fez era o certo, de acordo com a minha linha de pensamento sobre certo ou errado, ele está errado, mas na linha de pensamento dele, ele fez o que todos deviam fazer. Podemos condena-lo diante de um abalo emocional e de uma constituição, mas jamais teremos conhecimento suficiente pra provar que ele estava completamente errado. Pelo bom senso, esse jovem está ardendo no inferno, mas pela razão absoluta, não sabemos.

O sistema que circula o certo e o errado no nosso dia a dia não é uma regra, é mais um princípio a ser adotado de acordo com a opção do homem. Se você achou que aqui veríamos o que é certo e o que errado, se enganou, pois talvez nunca encontremos essa resposta. Enquanto isso, nos contentamos com nossa filosofia, e com nosso bom senso.

6 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom o texto, explicativo e simples. Preciso ensinar o Certo e Errado para crianças da 4ª série e o Bar da Filosofia me facilitou muito.

Anônimo disse...

Texto fantástico, elucidado de maneira clara e objetiva.

Cristian Temari

Anônimo disse...

PERFEITO E SÁBIO, PARABÉNS!!!

Anônimo disse...

muito bom


Anônimo disse...

Ajudou no meu trabalho , tbm né meu professor fica pedindo essas coisas de grilado

Diego Araujo disse...

Meus parabens seus artigos sao de mais

Postar um comentário

Filosofe!